As 10 melhores maneiras de  tornar cirurgias mais segura - AORN

Honrando a “Perioperative Nurse Week” (Semana da Enfermagem Perioperatória), nós os cumprimentamos com as 10 Melhores Maneiras de Tornar Cirurgias Mais Seguras. Esperamos que todos vocês reflitam sobre o que fazem como enfermeiros perioperatórios e sobre o extraordinário valor agregado ao cuidado de pacientes. Saiba mais...

Na Association of periOperative Registered Nurses (AORN), prezamos seu empenho de buscar ensino contínuo e sua dedicação à prática baseada em evidências. Respeitamos sua paixão, sua força e seu espírito de generosidade. É hora de sentirem-se orgulhosos de quem são e do que fazem. Chegou a hora de fazermos a pergunta: “Como tornar a vida dos meus pacientes mais segura a cada dia? ”  Vamos contar os passos.

1. Você é o defensor dos pacientes.

Eles sentem-se vulneráveis e amedrontados. Como seus defensores, somos seus olhos e ouvidos, assim como responsáveis por mantê-los seguros.

2. Você deve ter olhos de águia quando examina instrumentos estéreis e materiais.

A esterilização e a desinfecção são os primeiros passos e os mais críticos em relação ao rompimento da corrente de transmissão de doenças. Endoscópios flexíveis, desinfecção de alto nível, limpeza de instrumentos, seleção de sistemas corretos de empacotamento e esterilização devem estar sob a sua responsabilidade cuidadosa.

3. Você está na contagem regressiva.

Você sempre deve contar o número dos bens macios, cortantes e instrumentos para diminuir o potencial de ferimentos do seu paciente. Você é quem deve assegurar a contagem correta e completa, se uma confirmação radiológica foi recebida e conhecer bem como utilizar a tecnologia de suporte.

4. A técnica estéril deve ser monitorada por você e pelo seu time.

O estabelecimento e a manutenção de um campo estéril estão sob a sua responsabilidade à medida que você segue os princípios e implementa os processos de técnica estéril e, por meio do seu conhecimento, manda o paciente de volta a sua casa livre do risco de infecções.

5. Você evita que o paciente sofra de hipotermia.

Está em suas mãos aperfeiçoar as práticas de cuidado prestado ao paciente ao manter sua normotermia e impedir que ocorra uma hipotermia não planejada. Você conhece os riscos assim como as intervenções a serem feitas.

6. Você sabe que a úlcera por pressão está às portas.

Ferimentos de posicionamento podem ser evitados com a sua habilidade de antecipar as necessidades, incluindo as cirúrgicas, dos pacientes.

 7. Você evita a trombose venosa profunda.

O papel que você desempenha é importante no reconhecimento precoce da trombose venosa profunda. É você quem implementa toda a organização de um protocolo, identifica fatores de risco durante a avaliação do paciente, identifica itens a serem verificados na instrução pré e pós-operatória do paciente, assim como sua administração correta e profilática.

8. Você evita as queimaduras elétricas, químicas e termais.

Estatísticas recentes afirmam que há mais de 200 queimaduras cirúrgicas anualmente nos Estados Unidos. É você quem promove a prevenção delas, planeja respostas estratégicas efetivas e desenvolve  políticas e procedimentos de departamento específicos baseados em evidências para proteção de seus pacientes e times.

9. Você evita infecções de locais cirúrgicos.

Você sabe que o estabelecimento e a manutenção de um ambiente asséptico tem influência direta sobre a recuperação de pacientes. Você sabe que precisa lavar, lavar e lavar, assim como fornecer itens descontaminados, por meio da esterilização e da desinfecção à hora do uso.

 10. Você é responsável pela segurança na administração de medicamentos.

De acordo com a Food and Drug Administration (FDA – Administração de Medicamentos e Alimentos), erros de medicação causam pelo menos uma morte ao dia e danos a aproximadamente 1,3 mi-lhões de pessoas em salas cirúrgicas anualmente. Faça o que for possível para garantir que seus pacientes não façam parte desta estatística, ao assegurar armazenamento apropriado, assim como preparação, etiquetagem e descarte correto de medicamentos.

Utilize as seguintes diretrizes para ferramentas de implementação no aperfeiçoamento da sua prática:

Você é um astro rock como enfermeiro perioperatório. Obrigado por manter seus pacientes seguros e dar apoio aos seus familiares. Compartilhe este artigo com seus colegas que também são astros rock. Uma feliz Semana da Enfermagem Perioperatória!

Recursos Relacionados

1. Asseptic practice (Prática asséptica)

2. Equipment and product safety (Segurança de produtos e equipamentos)

3. Patient and worker safety (Segurança de pacientes e funcionários)

4. Patient care (Cuidando de pacientes)

5. Sterilization and disinfection (Esterilização e desinfecção)

Fonte: Association of periOperative Registered Nurses (AORN)

Site: https://www.aorn.org/



Área do Associado

Para se associar, atualizar pagamento e cadastro
Entrar